fbpx

Checklist: 15 recursos que uma loja virtual precisa ter

Após definir os produtos que vai vender você deve estar pensando que agora precisa criar sua loja virtual.

Mas provavelmente ainda não sabe o que é essencial para criar sua loja e fazer com que ela funcione.

No post anterior mostrei como criar uma loja virtual com wordpress e woocommerce.

Se você ainda não viu o post recomendo que o leia, para ai sim ler este aqui.

O foco aqui é te mostrar um checklist dos principais recursos que uma loja virtual precisa ter.

1 – Design customizável

Quanto mais liberdade tiver para criar o layout da sua loja virtual melhor.

Com banners principais gigantes com fotos de alta qualidade para impactar o usuário assim que acessar o site.

Minibanners para promoções ou categorias de produtos.

Carrossel de produtos em destaque ou os mais vendidos.

Uma seção exclusiva para depoimento de clientes satisfeitos.

A maioria das plataformas de loja virtual oferecem esses recursos, mas são poucas que permitem colocar quantos elementos quiser e na ordem que quiser.

Gosto muito de utilizar plataformas que oferecem essa liberdade.

2 – Integração com Google Analytics

Uma das coisas mais importantes a se fazer é integrar o seu site com o Google Analytics.

Ferramenta gratuita do Google para analisar o tráfego do seu site.

Com essa ferramenta é possível saber a quantidade de usuários que estão acessando a sua loja online neste exato momento.

Quantos usuários acessaram no dia, semana, mês ou ano.

De quais regiões estão acessando e se acessam através de alguma rede social, da pesquisa orgânica do próprio Google ou se foi de algum anúncio.

Esses são os recursos mais comuns, mas tem muitos outros para explorar.

3 – Integração com Instagram Shopping

Fazendo esse tipo de integração é possível marcar um dos produtos da sua loja virtual em um post no Instagram.

Essa integração pelo menos com WordPress é possível usando o plugin Facebook for Woocommerce.

Assim o Facebook importa todos os produtos da sua loja online e exporta para o Instagram.

4 – Certificado de Segurança

Nenhum cliente vai comprar na sua loja se ele não souber que é segura.

Então é muito importante fazer a contratação do Certificado SSL (Secure Sockets Layer), que habilita aquele cadeado que aparece antes do endereço do seu site.

Além disso utilize um sistema de pagamento que seja conhecido e que ofereça segurança também.

5 – Botão do Whatsapp

O importante é manter um contato próximo com o seu cliente, então habilite o botão do Whatsapp em sua loja virtual, ou de um chat.

Assim o cliente percebe que você está disposto a atendê-lo o mais rápido possível.

6 – Integração com transportadoras

Não precisa ser necessariamente com os Correios, apesar de ser o mais comum, existem outras opções que podem ser melhores.

Procure utilizar um gateway de frete como a Melhor Envio ou Frenet que se trata de um intermediário entre a sua loja virtual e as transportadoras.

Os gateways de frete tem integração com diversas transportadoras, então toda vez que um cliente faz a cotação de frete em sua loja virtual, o gateway tem a função de apresentar o melhor preço de frete entre todas as transportadoras.

7 – Integração com sistema de pagamento

Sem isso o seu cliente não consegue fazer nenhum tipo de compra. A maioria dos sistemas de pagameto que existem no Brasil como o Pagseguro, Mercado Pago, Paypal, Pagar.me, tem integração com diversas plataformas de loja virtual.

Procure escolher o sistema que tem menos casos de chargeback (estorno da compra por algum erro ou suspeita de fraude) assim a sua loja virtual corre menos risco de perder vendas.

8 – Integração com ERP

Um ERP (Enterprise Resource Planning) tem a função de te ajudar com a gestão da sua loja virtual.

Com ele é possível controlar a entrada e fluxo de pedidos, estoque, gerar nota fiscal e muitas outras coisas.

E apesar de serem um ERP e não um Hub, a maioria disponibiliza integração com marketplaces, uma função muito importante.

Particularmente gosto muito de usar o Tiny ERP, por ter um layout clean e ser uma ferramenta intuitiva.

E também existe o Bling ERP, que é muito utilizado também.

9 – SEO on-page

Já expliquei aqui o que é SEO, que são basicamente estratégias para ranquear a sua loja virtual no Google.

E SEO on-page são estratégias para otimizar e facilitar a leitura da sua loja pelo Google, para ser indexada da melhor forma possível.

10 – Integração com Google Shopping

O Google Shopping se trata de outra ferramenta do Google para anunciar os seus produtos nas primeiras páginas, apresentando a foto do produto, preço e o nome da loja.

O Google Shopping serve apenas para importar os dados dos seus produtos direto da sua loja, mas a ferramenta utilizada para anunciar é o Google Ads.

11 – Pop-ups

O pop-up é um recurso um pouco polêmico, porque ele pode atrapalhar a experiência do usuário em seu site, e muitas pessoas o assimilam com spam.

Mas o importante é não usar de forma exagerada, e apenas para promover algum produto novo, promoção ou mesmo para captação de leads.

12 – Newsletter

É um recurso muito importante não só para lojas virtuais, mas para qualquer tipo de site.

Com a newsletter é possível construir a sua lista de leads, e começar a trabalhar com ela para divulgar os seus produtos ou campanhas.

13 – Integração com ferramentas de e-mail marketing

A newsletter e o e-mail marketing trabalham em conjunto, com a newsletter é possível fazer a captação de leads e com a ferramenta de e-mail marketing é possível enviar e-mails automáticos, em datas comemorativas, para campanhas que pretende promover na semana seguinte, promoções de queima de estoque, pós-venda e muito mais.

15 – Conteúdo

Conteúdo é rei, é criando conteúdo que se gera valor para o seu cliente ou mesmo para potenciais clientes.

É com conteúdo que conseguimos nos aproximar mais dos nossos potenciais clientes e conscientizá-los de como nosso produto pode ser usado ou de como pode fazer a diferença na vida dele.

Conclusão

Temos que nos atentar à diversos fatores como layout, experiência do usuário, segurança, entrega, promoções e muito mais.

Acredito que em nenhuma loja virtual pode faltar esses recursos, assim a possibilidade de vendas é muito maior.

Ficou com alguma dúvida? Acha que faltou alguma coisa, comenta aí.